• Claudia Godoy

Yossi Shelley entrega medalha a Fux, primeiro judeu a presidir STF

Com informações da Embaixada de Israel

"Em nome da Embaixada de Israel, tive o prazer de entregar hoje (14) a medalha Jerusalém de Ouro ao ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux", disse o embaixador israelense, Yossi Shelley.

O diplomata israelense acrescentou que "com uma extensa carreira na área jurídica, o ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal é também o primeiro brasileiro judeu a presidir a mais alta corte brasileira".

A entrega da medalha contou com um momento de muita emoção quando o presidente do STF contou a história de sua família que se exilou no Brasil fugindo da perseguição nazista na Europa.


Segundo Fux, seu pai tinha muito orgulho de viver no Brasil. “Meu pai dizia que o Brasil era o ar que ele respirava, o berço dos filhos dele e também o túmulo dos seus antepassados, pois meu avô também conseguiu fugir para o Brasil”, disse o presidente do STF.


Com orgulho de suas origens, Fux guarda em seu escritório sob sua mesa a Torá que ganhou aos treze anos para celebração de seu Bar Mitzvá.


Em uma linda homenagem ao Estado de Israel, Fux recitou o glorioso hino israelense Hatikva (A Esperança) que guarda consigo tanto em hebraico como em português.


O embaixador israelense e Fux também trocaram presentes de muito significado para a identidade judaica. "Obrigado ao ministro e presidente do STF por esta noite emocionante", disse Shelley.


Fux é descendente de uma família exilada da 2ª Guerra Mundial. Seu avô materno exercia função de juiz arbitral na coletividade e o pai, Mendel Wolf Fux, era imigrante romeno naturalizado brasileiro e advogado da área de contencioso cível.



61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com