• Claudia Godoy

Situação do novo coronavírus sob controle no Cazaquistão


Por: Kairat Sarzhanov - embaixador do Cazaquistão no Brasil


O governo do Cazaquistão tomou as medidas necessárias para conter a propagação do coronavírus no país, em particular, um regime de quarentena foi introduzido para esse fim de 5 a 19 de julho deste ano.


Até dia de 7 de julho no Cazaquistão são registrados cerca de 48.874 casos de doença de COVID-19, inclusive com sintomas - 25 021, sem sintomas - 23 553, por dia - 1 403, um aumento de 3,0%. 24 990 pacientes foram curados (51,1%, portanto mais da metade se recuperou), continue o tratamento - 23 324 pacientes, morreu – 260 pacientes.

A taxa de reprodução do vírus no Cazaquistão em junho foi de 1,3, ao mesmo tempo houve uma queda nesse indicador na semana passada para 1,05.


Segundo a Universidade Johns Hopkins, o Cazaquistão ocupa o 35º lugar em termos de infecção por COVID-19. Segundo a fonte internacional worldmeters.info, o Cazaquistão ocupa o 54º lugar em termos de número de infectados por 1 milhão de habitantes, 113º em mortalidade. Assim, as estatísticas internacionais demonstram a dinâmica moderada contínua da situação epidemiológica no Cazaquistão, que indica a eficácia das medidas tomadas no país.


Como parte das novas medidas restritivas serão suspensas as atividades de salões de beleza, cabeleireiros, academias de ginástica, piscinas, mercados cobertos, praias, parques aquáticos, instalações culturais, centros de entretenimento, locais religiosos, cinemas, jardins de infância, campos de saúde infantil e outras instituições.


Também foi decidido limitar o movimento dos cidadãos - a caminhada será permitida em grupos de no máximo três pessoas.

A forma remota de trabalho para pelo menos 80% dos funcionários de instituições estatais, escritórios, empresas nacionais e outras organizações permanece válida. Foi decidido proibir a realização de eventos públicos, bem como eventos familiares e comemorativos. A proibição de realizar eventos públicos, bem como eventos familiares e comemorativos.


Durante o regime de quarentena, centros médicos, farmácias, supermercados e mercados abertos funcionarão. Em conformidade com o regime aprimorado de saneamento e desinfecção, as instalações de restauração a céu aberto, as empresas de construção e industriais com um ciclo de produção contínuo continuarão a operar, os trabalhos agrícolas e de construção a céu aberto continuarão. Além disso, continuarão a ser prestados serviços à população, em particular, para o reparo de carros e eletrodomésticos.


O tráfego aéreo internacional durante a quarentena será mantido sem aumento de voos adicionais, mas o tráfego aéreo dentro do país e o tráfego ferroviário serão limitados.



61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com