• Claudia Godoy

Rodízio de água é reduzido em Fernando de Noronha por causa do Covid-19, o coronavírus 

A partir de hoje (23), o rodízio de água em Fernando de Noronha foi reduzido em 24 horas. Segundo a Compras, a Companhia Pernambucana de Saneamento, a medida ajuda a população no combate à pandemia do Covid-19, o coronavírus, no estado de Pernambuco, que tem 42 casos confirmados da enfermidade, segundo o boletim divulgado nesta segunda-feira (23).

O parque foi criado em 1988 e esta é a primeira vez que é totalmente fechado para a visitação.

Com a mudança, para cada dia com água, os moradores terão cinco racionados. As atividades turísticas estão suspensas em Fernando de Noronha em função do risco de contaminação dos habitantes locais pelo Covid-19.

Cerca de cinco mil pessoas permaneceram na ilha, de acordo com os dados oficiais. São moradores, servidores públicos e profissionais.

O fechamento do parque foi determinação do presidente Jair Bolsonaro. O parque foi criado em 1988 e esta é a primeira vez que é totalmente fechado para a visitação.

No ano passado, a reserva bateu recorde de visitação e recebeu mais de 115 mil pessoas. Para visitar o parque, é preciso pagar ingressos que custam R$ 111(para brasileiros) e R$ 222 (para estrangeiros).