• Claudia Godoy

Para incrementar comércio, Paquistão assina memorando com FIESP


O presidente da Federação das Câmaras de Comércio e Indústria do Paquistão (FPCCI),

Shaikh Sultan Rahman, e o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Elias Miguel Haddad, assinaram, nesta quinta-feira (29), Memorando de Entendimento de Cooperação Industrial e Econômica entre as duas instituições. O comércio bilateral anual entre Paquistão e Brasil é de quase US$ 700 milhões.

Participaram da cerimônia de assinatura do documento, embaixador do Brasil no Paquistão, Olyntho Vieira, Khurram Aijaz, vice-presidente da FPCCI, do Conselheiro de Comércio e Investimentos do Setor Comercial da Embaixada do Paquistão em São Paulo, Waqas Alam, Chefe da Seção Comercial do Brasil em Islamabad, Adriana Pereira, a Encarregada do Conselho Empresarial e Relações Internacionais da FPCCI, Mehreen Razzak, a Oficial de Desenvolvimento Comercial do Setor Comercial da Embaixada do Paquistão em São Paulo, Thaïs V. Lobo, e a Coordenadora de Relações Exteriores, Promoção Comercial e Investimentos do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIESP, Carla Rossetti e sua Assistente Luana Castro Mira.

A cerimônia de assinatura do documento foi virtual e contou com a participação do embaixador do Paquistão, Ahmad Hussain Dayo, e organização da embaixada paquistanesa em Brasília e do escritório Comercial de São Paulo.


Para o embaixador do Paquistão, o memorando tem por escopo o aprofundamento dos laços comerciais entre o Paquistão e o Brasil.


O Memorando foi uma proposta pela federação paquistanesa, no ano passado, e tem o intuito de promover o comércio bilateral, a cooperação industrial e econômica entre as organizações correspondentes no Paquistão e no Brasil.



Veja a nota completa sobre o Memorando:

Hoje, em cerimônia virtual organizada pela Embaixada do Paquistão, Brasília e Setor Comercial de São Paulo, o estimado Vice-Presidente da Federação das Câmaras de Comércio e Indústria do Paquistão (FPCCI) Sr. Shaikh Sultan Rahman, e o Dr. Elias Miguel Haddad, Vice-Presidente da

Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) assinaram o Memorando de

Entendimento de Cooperação Industrial e Econômica entre as duas instituições.


A cerimônia virtual contou com a presença de Sua Excelência o Sr. Ahmad Hussain Dayo, Embaixador do Paquistão no Brasil, Sua Excelência o Sr. Olyntho Vieira, Embaixador do Brasil no Paquistão, do

Sr. Khurram Aijaz, Vice-Presidente da FPCCI, do Conselheiro de Comércio e Investimentos do Setor Comercial da Embaixada do Paquistão em São Paulo Sr. Waqas Alam, Chefe da Seção Comercial do Brasil em Islamabad Sra. Adriana Pereira; da Encarregada do Conselho Empresarial e Relações Internacionais da FPCCI, Sra. Mehreen Razzak, da Oficial de Desenvolvimento Comercial do Setor Comercial da Embaixada do Paquistão em São Paulo, Sra. Thaïs V. Lobo, e da Coordenadora de Relações Exteriores, Promoção Comercial e Investimentos do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIESP: Sra. Carla Rossetti e sua Assistente Luana Castro Mira.


2. Em seus comentários de boas-vindas, o Embaixador Ahmad Hussain Dayo expressou sua satisfação em testemunhar a colheita de árduo trabalho compartilhado durante o ano passado para a assinatura deste memorando de entendimento histórico entre as duas Federações, que tem por escopo o aprofundamento dos laços comerciais entre o Paquistão e o Brasil. O Embaixador Olyntho Vieira destacou a importância da troca de informações no âmbito do quadro que, segundo ele, é mais do que comércio e ajudará a desenvolver ainda mais a consciência da cultura empresarial entre os dois países. Shaikh Sultan Rahman, vice-presidente da FPCCI, expressou esperança de que o MoU remova os gargalos comerciais e abra caminho para a prosperidade econômica por meio da expansão do comércio. O Dr. Elias Miguel Haddad, Vice-Presidente da FIESP, acredita que o MoU ajudará a aumentar o volume de comércio e investimentos entre o

Paquistão e o Brasil.


3. O MOU, proposto pela FPCCI no ano passado, visa promover o comércio bilateral, a cooperação industrial e econômica entre as organizações correspondentes no Paquistão e no Brasil. Visa também capacitar as duas câmaras a estabelecer e desenvolver o comércio bilateral direto, a cooperação industrial e econômica; intercâmbio de informações sobre as possibilidades de

promoção do comércio e da indústria mútuos; Assistência mútua na realização de eventos de promoção comercial, assistência mútua na organização de missões industriais, comerciais e de

prospecção de mercado; promover empreendimentos comerciais conjuntos e trabalhar em conjunto para a eliminação de barreiras comerciais. Sob a égide deste MoU, ambas as partes se esforçarão

para estabelecer e desenvolver relações comerciais diretas e eficazes em uma base regular, o que ajudará ainda mais ambas as partes na identificação de novas vias de cooperação nos setores comercial e industrial onde o potencial ainda permanece inexplorado.


4. O Paquistão e o Brasil são parceiros comerciais importantes, com comércio bilateral anual de quase US$ 700 milhões. Nas áreas de comércio e cooperação econômica, a assinatura deste MoU

representa mais um passo para o crescimento comercial e econômico para benefício mútuo.