• Claudia Godoy

Linkensederova em 2021: medidas do governo tcheco evitaram crise séria

Atualizado: Jan 29

Com 10,5 mi habitantes, o governo da República Tcheca já garantiu 70% da vacina contra o novo coronavírus para a sua população. "Mas pretende adquirir quantidade suficiente para todos", garantiu a embaixadora da República Tcheca, Sandra Lang Linkensederova, em entrevista exclusiva ao site Bacuri Notícias (veja a íntegra no final).


A embaixadora acredita que graças ao apoio extensivo dado pelo governo tcheco aos setores, companhias e indivíduos afetados pela pandemia "não vejo, neste momento, uma grande crise, nem no setor privado, nem nas vidas da população".


Embaixadora da República Tcheca, Sandra Lang Linkensederova. Foto: embaixada tcheca.

O primeiro-ministro tcheco, Andrej Babis, foi o primeiro a receber a vacina da Pfizer/BioNTech, em Praga, no último dia 27, data em que a República Tcheca começou a imunizar a população contra o novo coronavírus. A data simboliza os 27 países que formam a União Europeia.


A embaixadora tcheca avalia, no entanto, que a crise gerada pela pandemia da Covid-19 deixará marcas no setor privado e no emprego.


Bacuri Notícias- Quais são os primeiros grupos a serem vacinados na RT

Embaixadora Linkensederova: No dia 26 de dezembro a República Tcheca recebeu primeiras doses de vacinas Pfizer/BioNTech. A vacinação começou logo no dia seguinte. Nos primeiros 3 dias foram vacinados milhares das pessoas nas maiores cidades do país. Dos primeiros a receber a imunização foi por exemplo o nosso primeiro ministro Andrej Babis e veterana de guerra, Sra. Repikova, que completou 95 anos. Os que estão nestes dias vacinados prioritariamente são os profissionais de saúde que cuidam dos pacientes com COVID-19 e grupos do alto risco, como p. ex. os idosos acima de 65 que moram nos Lares para idosos (Nursing home and Retirement home). A partir de fevereiro devem ser atendidos os demais idosos e os doentes que sofrem com determinadas doenças que elevam o risco da doença, tal como o resto dos profissionais de saúde, funcionários do serviço social etc. Logo a seguir deverão ser providenciadas as vacinas aos funcionários das áreas importantes para o funcionamento e a segurança do estado (infraestrutura crítica, polícia, exército, corpo dos bombeiros, pedagogos etc.). Entre março e maio (conforme previsão atual) será gradualmente atendido o resto da população.


Bacuri Notícias- Qual o volume disponível na RT a quantas pessoas serão vacinadas

Embaixadora Linkensederova: O nosso país tem 10,5 mil. habitantes. O governo encomendou até o presente vacinas para aprox. 70 % da população que chegarão em várias fases. Mas o governo pretende gradualmente adquirir quantidade suficiente para toda a população que decida tomar o imunizante.


Bacuri Notícias: Como vejo a Tchéquia após a pandemia

Embaixadora Linkensederova: e pergunta podemos dividir em três areas – como serão os Tchecos, o que acontecerá com as empresas e que desafios terá que enfrentar o Estado. Em relação à vida pessoal do Tchecos, eu particularmente acho que a partir do momento em que a situação pandêmica for mantida sob controle pode ainda levar algum tempo até a sociedade voltar a ser espontânea (na medida nos possível) a retome o seu ritmo anterior. Acho, no entanto, que essa crise vai deixar a sua marca principalmente no funcionamento do setor privado. Muito mercados vão ser alterados, uns diminuídos, outros crescentes. Muitas lojas e agencias vão reforçar a oferta do serviço online, muitas empresas vão oferecer o trabalho de casa, reuniões serão muito mais realizadas através das plataformas virtuais que afinal não é tão ruim. Vários espaços/lojas físicas serão esvaziadas, ou ocupadas pelos armazéns e escritórios de logística p. ex. A menor procura de alguns tipos de profissão vai gerar necessidade de procurar outras alternativas e ideias que afinal podem levar ao resultado muito interessante. É quase certo que o desemprego, apesar de todo cuidado do Estado, há de aumentar (também porque anteriormente se manteve no nível baixo de 3 %). Mas a República Tcheca é um país altamente industrializado onde a produção industrial gera até 38 % do GDP (!) tendo constantemente a falta da manobra qualificada (que recentemente já se recrutava inclusive dos estrangeiros). E esse setor, que no meu ver vai continuar na maioria saudável e forte, pode absorver uma parte da população doutros setores afetados. Porém, isso pode exigir que as pessoas sejam menos seletivas no que diz respeito à área da sua atuação ou até mais flexíveis na mobilidade por motivo do emprego (viajar pelo emprego no local mais distante até agora não era muito comum no meu país com grande oferta do trabalho). Mas em geral, o nosso Estado providenciou o extensivo apoio aos setores, companhias e indivíduos afetados pela pandemia então não vejo, neste momento, uma grande crise nem no setor privado, nem nas vidas da população. Por outro lado, nos próximos meses o nosso Estado, tal como os outros países, vai ter que enfrentar o desafio de como reajustar o orçamento, recuperar o défice orçamentário causado pelo apoio de todas as áreas afetadas e incentivar novo crescimento econômico que vai voltar o país pelo menos ao nível de 2019.

Mas como vimos noutras crises, conflitos e pandemias, a vida humana e funcionamento da sociedade tende a ser como a corrente da água. Mais tarde ou mais cedo encontrará o seu caminho para correr com a mesma força, mesma rapidez e mesma vontade pela frente. Aproveito para desejar aos leitores um Feliz Ano novo sem COVID e com muita esperança e paz!


61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com