• Claudia Godoy

Lazic: em grande parte da Sérvia Covid-19 está sob controle graças a medidas rígidas do governo


O embaixador da Sérvia, Veljko Lazic, disse que os sérvios receberam ajuda da UE (União Europeia), Rússia e China no combate à pandemia da Covid-19 (o novo coronavírus). A Sérvia é candidata à UE.

Lazic informou que ainda no início da pandemia o governo sérvio adotou medidas de isolamento social, quarentena e fechou as fronteiras para evitar a disseminação do novo vírus. As estimativas, segundo o diplomata, são de queda de 0,5% a 3% no PIB sérvio em 2020. "Antes do novo vírus, a previsão era de crescimento de 4% do PIB, o mesmo de 2019", disse o embaixador sérvio.




Como candidata à UE, a Sérvia recebeu assistência financeira para a compra urgente de equipamentos médicos necessários.


Veja a entrevista:


1_Sr. Embaixador, bom dia! Como está o avanço da pandemia no seu país? Quantos enfermos e mortos?

 

Na Sérvia atualmente há mais de 5.000 contaminados e por volta de 100 mortos. Após seis semanas, a pandemia está atualmente no pico, portanto, sua redução é esperada nas próximas semanas. Medidas oportunas e sua rigorosa implementação fizeram com que a pandemia fosse praticamente mantida sob controle em grande parte do país.

 

2_quais as medidas adotadas pelo governo para combater a Covid-19?

 

Desde o início da propagação da pandemia na Europa, a Sérvia introduziu gradualmente medidas crescentes de isolamento social, quarentena, fechando completamente suas fronteiras. Além disso, todas as escolas, lojas e shoppings estão fechados. Funcionam apenas em supermercados e farmácias. Enquanto isso, o governo também declarou toque de recolher para todos os cidadãos, que dura das 17:00 às 05:00 em todos os dias úteis, e durante o fim de semana das 17:00 de sexta-feira às 05:00 de segunda-feira. Sanções rigorosas são previstas por violação dessas proibições.

Além disso, foram introduzidas medidas econômicas para ajudar todos os cidadãos adultos, bem como incentivos fiscais para pequenas e médias empresas e outros incentivos para preservar empregos.

 

3_quais são as previsões de impacto no PIB pós  pandemia?

 

Devido aos efeitos negativos da pandemia na atividade econômica, projeta-se que o PIB da Sérvia possa cair de 0,5 a 3% em 2020. Isso é significativamente menor do que a previsão para a Europa e alguns países da região. Antes do vírus, a Sérvia esperava um crescimento econômico de quatro por cento, o mesmo que teve em 2019.

A inflação na Sérvia deverá permanecer estável este ano, no nível de 1,9%, com um déficit orçamentário de 2,8% do PIB.

 

4_quais são as suas expectativas em relação à ajuda externa no combate à Covid-19?

 

Até o momento, a Sérvia recebeu assistência da UE, China e Rússia. Como candidata à UE, a Sérvia recebeu assistência financeira para a compra urgente de equipamentos médicos necessários. Graças às nossas excelentes relações com a China e a Rússia, recebemos assistência significativa desses países em suprimentos e equipamentos médicos. Além disso, a China enviou especialistas para compartilhar experiências e auxiliar nossos médicos na elaboração de uma estratégia para combater a pandemia. A solidariedade internacional na época da pandemia é necessária para superar a crise global, embora, infelizmente, estejamos testemunhando outras tendências.