• Claudia Godoy

Kinn diz que Arce dará atenção à Saúde, mercado interno e crise econômica que voltou à Bolívia

O ex-embaixador da Bolívia no Brasil, José Kinn Franco, disse hoje (19) que Luís Arce, candidato do MAS (Movimento pelo Socialismo) dará atenção à saúde, ao mercado interno e ao combate da crise econômica, sobretudo com geração de emprego, durante sua gestão como presidente da Bolívia.


Depois de experimentar um "boom" de crescimento econômico na América, os bolivianos esperam forte retração econômica para este ano. "As previsões são de retração do PIB de 11% para este ano na Bolívia ", disse Kinn. De janeiro a outubro do ano passado, a Bolívia registrou crescimento de 4% no PIB.

O embaixador José Kinn atuou no Brasil por 3,5 anos e deixou o cargo em novembro do ano passado, após o golpe que derrubou Evo Morales da presidência da Bolívia.

De acordo com as pesquisas de urna, Arce deve vencer as eleições para a presidência da Bolívia com 52% dos votos contra 31% do ex-presidente Carlos Mesa. A eleição foi realizada ontem (18).