• Claudia Godoy

Honestidade é a melhor moeda

Com informações da Embaixada do Japão

Se você visitar o interior do Japão, é possível que encontre barraquinhas de legumes e verduras que parecem abandonadas. Mesmo sem nenhum atendente à vista, esses estandes exibem alimentos frescos e prontos para a venda, marcados com os respectivos preços. Mas onde estão os vendedores?


Essas são as mujinhanbaijo (foto), nome que pode ser traduzido aproximadamente como “local de venda desacompanhado”. Os proprietários geralmente são pequenos produtores rurais, sem condições de manter uma loja tradicional. Embora nenhum funcionário acompanhe a compra, o negócio continua funcionando. Na base da confiança, os clientes que passam pelo local escolhem o que querem e deixam o dinheiro correspondente.


Exemplo da honestidade japonesa, este modelo de comércio evita o desperdício de alimentos e mantém vivas as pequenas hortas familiares do país

61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com