• Claudia Godoy

Greta Thunberg é a vencedora da primeira edição do prêmio Gulbenkian para a Humanidade

A ativista sueca de 17 anos é a vencedora da primeira edição do prêmio Gulbenkian para a Humanidade e receberá um milhão de euros para investir em projetos sociais em regiões afetadas pelas mudanças climáticas.

A ativista ambiental sueca Greta Thunberg, de 17 anos, venceu nesta segunda-feira (20/07) a primeira edição do prêmio português Gulbenkian para a Humanidade

Ela vai receber um milhão de euros que serão investidos em projetos de combate à crise climática e ecológica.

Logo após o anúncio, Greta compartilhou em sua conta no Instagram a vitória e anunciou que os primeiros 100.000 euros (615 mil reais) serão doados à Campanha SOS Amazônia, mantidade pela Fridays For Future Brazil (Greve pelo Futuro), para o combate do novo coronavírus na Amazônia. Outros 100.000 euros serão doados para a Fundação Stop Ecocide, que busca tornar o ecocídio um crime internacional.

A jovem sueca foi escolhida entre 136 nomeações (correspondendo a 79 organizações e 57 personalidades) provenientes de 46 países. A vitória foi anunciada na sede da Fundação Gulbenkian, em Lisboa, pela presidente da instituição, Isabel Mota, que destacou o compromisso da entidade com a situação urgente da ação climática.

O ex-presidente português Jorge Sampaio, presidente do Grande Júri do prêmio, afirmou que "maneira como Greta Thunberg conseguiu mobilizar as gerações mais jovens pela causa do clima e sua tenaz luta para mudar um status quo que persiste na persistência fazem dela uma das figuras mais memoráveis de hoje". 

61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com