• Claudia Godoy

Embaixadores de Estados Unidos e China trocam acusações sobre uigures


Os embaixadores dos Estados Unidos, Todd Chapman, e da China, Yang Wanming, trocaram acusações, neste fim de semana, sobre os uigures, minoria étnica chinesa de religião islâmica. Chapman declarou, na última sexta-feira, que de acordo com o relatório de uma "think tank" , a Fundação Jamestown, de Washington, o Partido Comunista Chinês estaria conduzindo uma campanha de esterilização em massa de mulheres como parte de sua repressão a uigures e outras minorias étnicas em Xinjiang.


O embaixador chinês rebateu a acusação e disse que a taxa de natalidade dos uigures passou de 1,99 para 3,69 por mil ao ano, nos últimos dez anos, e hoje chega a ser maior que a média chinesa. "A alegação dos EUA sobre Xinjiang está entre as Maiores Mentiras do Século. A população dos uigures em Xinjiang cresceu de 5,5 milhões para 11,7 milhões em menos de 40 anos", informou o Ministério das Relações Exteriores da China.

Os uigures são uma minoria étnica chinesa de religião islâmica. Foto: divulgação.

"Esterilização em massa de mulheres uigures pelo Partido Comunista Chinês—-silêncio não é uma opção", postou Chapman no Twitter.


Segundo as informações, usando documentos do governo chinês e entrevistas com sobreviventes, a Fundação alega um esforço feito pelo PCC ao longo de um ano a fim de controlar as taxas de natalidade de minorias religiosas na província ocidental através de esterilização, controle de natalidade obrigatório e abortos forçados.


Publicado em 29 de junho, o relatório aponta que as taxas de crescimento populacional nas duas prefeituras com as maiores populações uigures caíram 84% entre 2015 e 2018.

Os embaixadores da China e dos EUA trocaram farpas pelo Twitter nos últimos dias pelo Twitter. Fotos: divulgação.

Mas de acordo com os dados do embaixador chinês, atualmente, a taxa anual de crescimento natural da população da Região Autônoma dos uigures é de 3,69 por mil ao ano. "Em 2010, essa taxa era de 1,99 por mil", disse Wanming, acrescentando que a taxa média de crescimento da população da China é de 3,34 por mil, hoje.


"Olha, esse homem vem ao Brasil com a missão especial, que é atacar a China com boatos e mentiras, aconselhamos que pare de fazer atividades desse tipo e faça bem o seu trabalho o que facer. Uma formiga tenta derrubar uma árvore gigante, ridiculamente exagerando em sua capacidade", declarou o embaixador da China pelo Twitter.