• Claudia Godoy

Embaixada russa informa que Kremlin é contra politização da criação da vacina

Com informações da Agência TASS

O Kremlin é contra a politização da questão da criação da vacina contra o coronavírus, disse hoje aos jornalistas o porta-voz do Presidente da Rússia, Dmitry Peskov, ao comentar a suspensão dos testes da vacina da companhia farmacêutica sueco-britânica AstraZeneca.

“Nunca aceitamos as tentativas de politizar e atribuir algum aspecto político a todos os processos relacionados à aprovação e testes da vacina”, disse o porta-voz de Kremlin.

Ele lembrou que “os cientistas russos fizeram avanços muito grandes [na criação da vacina], ademais, o caso da companhia referida [AstraZeneca] sublinha ainda mais a importância de qualquer país ter várias vacinas no seu pacote”. “Isso garante os resultados mais seguros dos testes,” esclareceu Peskov.