• Claudia Godoy

Embaixada do Paquistão promove tâmaras em São Paulo

Atualizado: Jul 13

Por Claudia Godoy


Sexto maior produtor de tâmaras do mundo, o Paquistão sonha em ver o seu produto mais conhecido pelos brasileiros. O escritório comercial da embaixada paquistanesa em São Paulo realizou, neste início de mês, pequenas reuniões com empresários e representantes do Corpo Diplomático.

O cônsul paquistanês, Waqas Alam (direita), durante a apresentação das tâmaras, em São Paulo. Foto: Claudia Godoy.


O Paquistão tem mais de 300 variedades de tâmaras. Conhecidas como dedos de luz por causa da cor e formato, a stamaeas são sagradas para os paquistaneses.


O cônsul paquistanês, Waqas Alam, explica que a tâmara é um produto muito importante para o seu país. "O Paquistão é o 6° maior produtor de tâmaras do mundo. O 5° em área cultivada. São mais de 99 mil hectares de área cultivada de tâmaras. A produção da fruta é de 540 mil toneladas por ano. Essa produção tem mais de 300 variedades de tâmaras. A produção ocorre em praticamente todas as regiões do país", disse Alam.


O cônsul honorário do Paquistão, em São Paulo, Muhamad Abdouni Neto, destaca, ainda, a riqueza nutricional das tâmaras paquistanesas. "A utilização da tâmara é grande. Tem proteína, carboidrato. Dá para fazer vinagre, picles e ser utilizada seca. Em si é um produto muito saudável, até batata chips. Não se perde quase nada da tâmara. Até o caroço é moído é utilizado", lembrou Abdouni Neto.


Muito doces, as tâmaras podem ser consumidas por diabéticos e utilizadas em dietas de emagrecimento.