• Claudia Godoy

Embaixada da Espanha retoma atividades culturais com recital de música barroca e medieval

"Mude, mas comece devagar porque a direção é mais importante que a velocidade", foi com uma frase da escritora brasileira Clarice Lispector que o embaixador da Espanha, Fernando García, abriu a retomada das atividades culturais da representação diplomática.

O recital de música antiga está disponível no canal Espanha no Brasil, no YouTube.

"A música é um doce bálsamo para as feridas do corpo e da alma", disse o diplomata. As peças são do século XV, XVI e XVII. García lembrou que as músicas são de uma época em que não havia eletricidade, motores a vapor ou explosão na Europa e na América. "As pessoas se moviam a pé, a cavalo ou à vela. As energias eram silenciosas e a música tinha que ser ouvida presencialmente", explicou o embaixador.


García agradeceu a Escola de Música de Brasília pela execução das peças antigas. "Essa música pode ser ouvida hoje como antigamente com o mesmo prazer dos séculos XV, XVI e XVII", disse o embaixador espanhol. Ele acrescentou, ainda, que o recital é exemplo de sólida parceria espano/brasileira. "Parceiros, amigos e aliados", celebrou García. O embaixador dedicou o recital à memória das vítimas da Covid-19, suas famílias, amigos e aos esforços dos médicos e auxiliares da Saúde, além de outros profissionais e pesquisadores.


Com músicas da Idade Média e barroca, espanhola e europeia, o receital conta com a participação dos músicos Karla Dias (flauta doce), Fernando Lopes (flauta doce) e Pedro Cardoso (espineta). A gravação foi no edifício histórico da embaixada, em Brasília.

61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com