• Claudia Godoy

Embaixada da Argentina lembra primeiro Dia Mundial do Turismo LGBTQ+

Atualizado: 11 de Ago de 2020


O Dia Mundial do Turismo LGBTQ + foi   comemorado hoje (10) pela primeira vez. A data marca os 55 anos do lançamento do “The Address Book”, guia LGBTQ+ criado por Bob Damron que inaugurou essa categoria na história.

A publicação, editada e atualizada de forma contínua, ajudou a guiar milhares de membros da comunidade LGBTQ+ para experiências seguras de viagens, com garantia de recepção calorosa e autêntica em destinos selecionados.Foto: divulgação

Damron será o homenageado da celebração de 2020 que reunirá 12 países – Argentina, Alemanha, Brasil, Canada, Costa Rica, Estados Unidos, Espanha, Israel, Itália, Paraguai, Uruguai e  Reino Unido – com o objetivo de aumentar a conscientização mundial sobre a importância de estimular o turismo LGBTQ+ por todo o globo. Aspectos socioculturais, comportamentais e políticos apontam para um provável pioneirismo desse perfil de viajante no retorno às viagens.


O projeto criado pela CCLGLAR tem apoio do Brasilturis Jornal na busca por promover o turismo inclusivo, responsável, seguro, sustentável e universalmente acessível. Os países signatários levam esse compromisso a sério e as organizações incentivam todo e qualquer negócio da indústria a participar da celebração, além de unir forças na divulgação da iniciativa encabeçada por destinos que promovem a inclusão e o respeito a turistas e moradores LGBTQ+ em seus territórios.


Atualmente, 1 em cada 3 países no planeta ainda trata a homossexualidade como crime. Para fazer um contraponto a essa terrível constatação, a CCGLAR reuniu representantes de organizações pertencentes aos países que recebem turistas LGBTQ+ em torno de uma comemoração única para conscientizar o empresariado, classe política e sociedade civil de todo o mundo sobre a importância de tornar derrubar barreiras para transformar o turismo em uma atividade mais inclusiva.


A celebração do Dia Mundial do Turismo LGBTQ+ teve programação única, focada em cerimônias, declarações e atividades desenvolvidas por meio de um tema anual que é decidido e compartilhado entre os organizadores. O tema de 2020 – “Solidariedade hoje, para viajar amanhã” – vem como um apoio à Organização Mundial de Turismo em resposta à crise atual, destacando os valores duradouros da atividade turística. A data também celebra os pioneiros no segmento, personalidades que ajudaram a moldar o turismo LGBTQ+ como o conhecemos hoje.


“O Turismo LGBTQ+ já demonstrou sua relevância dentro do setor movimentando 10% dessa indústria e sendo responsável por 15% da movimentação financeira, segundo dados da Organização Mundial do Turismo. Nada mais justo que o segmento tenha uma data mundial para celebrar sua importância. O Fórum de Turismo LGBT do Brasil acredita nesse projeto e mantém sua postura de se empenhar para que a OMT inclua a data no calendário oficial”, defende Alex Bernardes, diretor do Fórum de Turismo LGBT do Brasil.