• Claudia Godoy

Em novembro, Japão começa ensaios clínicos com vacina


O embaixador do Japão, Akira Yamada, informou nesta quinta-feira (27) que os japoneses começam ensaios clínicos com uma candidata à vacina contra a Covid-19 em novembro deste ano.

O embaixador do Japão, Akira Yamada. Foto: Twitter.

O governo japonês investe em pesquisas da Universidade de Tóquio, de Osaka, além do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas. Os japoneses cooperam também com organismos internacionais para o desenvolvimento de medicamentos e vacinas. Eu entrevistei Yamada com exclusividade para o portal Bacuri Notícias. "Não sabemos quando, em que dia podemos conseguir, mas as pesquisas estão avançadas. Estou otimista que encontremos vacinas efetivas ", disse o diplomata japonês.


De acordo com Yamada, no último dia 4 de maio foi realizada no Japão a Conferência Internacional de Comprometimento à Resposta ao novo coronavírus. O principal objetivo da conferência era a captação de recursos para as pesquisas da vacina contra a Covid-19. "O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, promove o desenvolvimento de medicamentos e vacinas tanto no país quanto no exterior e está ampliando o apoio ao reforço do sistema de saúde dos países vulneráveis. O Japão vai contribuir ativamente nesta área", disse o embaixador japonês. O primeiro-ministro japonês renunciou nesta semana ao cargo.


O Japão enfrenta a pandemia de Covid-19 sem grandes ações drásticas, com medidas básicas de prevenção como evitar espaços fechados, aglomerações e contatos próximos. E mesmo antes do novo coronavírus, os japoneses já tinham o hábito de usar máscaras.


Eles possuem altos padrões de higiene, obediência às solicitações do governo e até agora tiveram cerca de 63 mil contaminados, com 1.196 mortes. "Embora os casos aumentem, isso ocorre em função das testagens", disse o embaixador do Japão, Akira Yamada. Eles fazem cerca de 50 mil testes diários. Os casos graves estão sendo reduzidos desde abril, com a ampliação de tratamento com medicamentos. "O tempo de tratamento foi reduzido. Em Tóquio, o tratamento antes durava três semanas e agora é de apenas uma", disse Yamada.



61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com