• Claudia Godoy

Depois de passar por surto de Covid-19, Guayaquil não registra mortes há três semanas

Epicentro do novo coronavírus no início da pandemia, Guayaquil, no sudoeste do Equador, está agora há três semanas sem registrar mortes pela infecção e já começa o retorno à nova normalidade. Em Quito, a capital do país, o número de casos aumentou, mas de acordo com o embaixador do Equador, Diego Ribadeneira, os municípios equatorianos estão adotando alertas nas cores vermelha, amarela e verde para manter a situação sob controle. "Adotamos o lema resistência, reativação e recuperação para conseguir manter a estabilidade", disse o diplomata. Ribadeneira explica que Quito é uma cidade muito vulnerável a novas infecções porque possui a maior parte das sedes da administração pública do país.

O Equador registra cerca de 81 mil casos da infecção, com quase 35 mil recuperados e 5.515 mortes por Covid-19.







Para tentar controlar o número de infecções, o governo equatoriano adotou medidas de isolamento social, conseguiu mobilizar a população e vem concedendo linhas de crédito em auxílio à economia popular. O governo equatoriano está renegociando a dívida externa com os investidores que possuem bônus do Estado. "É complexo, mas o Ministério da Economia tenta renegociar ", disse o diplomata, acrescentando que isso levará a um futuro mais tranquilo aos equatorianos com a redução do pagamento de juros.



61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com