• Claudia Godoy

Croácia enfrenta pandemia a tempo e consegue números baixos de infectados

O embaixador da Croácia no Brasil, Ranko Vilović, informou, com exclusividade para o portal Bacuri Notícias, que a pandemia da Covid-19 (o novo coronavírus) está sob controle na Croácia. "As medidas foram tomadas a tempo e foram gradualmente adaptadas de acordo com os desdobramentos", disse Vilović.

" A UE lançou um conjunto de medidas econômicas, ciente de que deveria haver um equilíbrio entre as preocupações econômicas e de saúde. Muito mais são esperados e previstos", informou Vilović.


A Croácia preside neste semestre o Conselho da União Europeia, que é rotativo. "Desejamos encontrar uma resposta europeia em comum sobre como coordenar durante os tempos do coronavírus e além. A União Européia apresentou em 14 de abril o Plano para o afrouxamento gradual das medidas adotadas, respeitando os critérios estabelecidos. Existem critérios epidemiológicos, critérios de saúde e critérios de teste", disse o diplomata que chegou há pouco ao Brasil.

"Além disso, a UE lançou um conjunto de medidas econômicas, ciente de que deveria haver um equilíbrio entre as preocupações econômicas e de saúde. Muito mais são esperados e previstos", acrescentou Vilović.

A Croácia fechou as escolas e instituições públicas e proibiu reuniões com mais de cinco pessoas para combater o novo coronavírus. Além disso, a população é obrigada a ficar em casa, pode ir às lojas de alimentos e farmácias, desde que mantenha uma distância de dois metros. "É claro que eventos esportivos foram cancelados e serviços como cabeleireiros também estão fechados. As fronteiras não estão fechadas, mas a entrada é limitada", acrescentou o diplomata.


"As medidas foram tomadas a tempo e foram gradualmente adaptadas de acordo com os desdobramentos", disse Vilović.

1. Como a pandemia do vírus Corona está afetando a Croácia e quais medidas foram adotadas pelo governo para combatê-la?


Como qualquer outro país, a Croácia também é afetada pelas pandemias. Os números mudam diariamente, mas até o momento existem 2.119 casos registrados, 85 óbitos e 1.601 recuperados (atualizado 6/5/2020). As medidas foram tomadas a tempo e foram gradualmente adaptadas de acordo com os desdobramentos; portanto, os números são relativamente baixos e a situação em geral está sob controle. Desde o início, o Governo estabeleceu a Sede Nacional de Proteção Civil, presidida pelo ministro da Saúde e ministro do Interior, onde os principais membros são os médicos especialistas. O status atual das medidas inclui o fechamento de todas as escolas e instituições públicas (museus, cinemas, restaurantes, bibliotecas, feiras, etc.) e a proibição de reuniões com mais de cinco pessoas. A população é obrigada a ficar em casa, onde pode ir às lojas de alimentos e farmácias, desde que mantenha uma distância de dois metros. É claro que eventos esportivos foram cancelados e serviços como cabeleireiros também estão fechados. As fronteiras não estão fechadas, mas a entrada é limitada. As pessoas que entram no país devem passar por um auto-isolamento de 14 dias ou, no caso de serem infectadas (estabelecida nas passagens de fronteira), vão para a quarentena. Há exceções para os profissionais de saúde, alguns serviços necessários, diplomatas e outras categorias. Quando a situação melhorar, as medidas poderão ser reduzidas;

É importante salientar que a Croácia tem um sistema de saúde pública muito bem desenvolvido. Foi criado há quase cem anos por um dos pioneiros mundiais da saúde pública, um famoso médico croata,Andrija Štampar. Seus métodos e idéias foram aceitos em todo o mundo e ele foi o pai fundador da Organização Mundial da Saúde e seu primeiro presidente da Assembléia.


2. Qual poderia ser o impacto econômico da doença para a Croácia? Existe uma estimativa específica de perdas para o setor de turismo?


O impacto econômico será sério e muito negativo. Ainda é cedo para estimar quanto, embora alguns cálculos tenham sido feitos pelo Banco Mundial e pelo Fundo Monetário Internacional. Considerando que o turismo é um ramo muito importante da economia croata, as consequências negativas serão ainda mais pesadas. Dependendo do desenvolvimento da situação, podemos atingir até 25% do nosso volume habitual, mas se a pandemia persistir, mesmo esse valor pode parecer otimista demais;

O governo adotou um conjunto de medidas para ajudar a economia. Entre outros, três são as mais importantes no momento - garantia governamental para pagamentos mínimos, atraso de três meses nos pagamentos de impostos e outras taxas e créditos (sem juros) para a liquidez das empresas. Além disso, é cortada uma série de despesas orçamentárias. Outras medidas também estão previstas, e a lei já está em procedimento parlamentar.



3.A Croácia ocupa a Presidência do Conselho da União Europeia. Como tem sido a atuação do bloco para enfrentar esta terrível crise?


Durante a nossa presidência, desejamos encontrar uma resposta europeia em comum sobre como coordenar durante os tempos do coronavírus e além. A União Européia apresentou em 14 de abril o Plano para o afrouxamento gradual das medidas adotadas, respeitando os critérios estabelecidos. Existem critérios epidemiológicos, critérios de saúde e critérios de teste.

Além disso, a UE lançou um conjunto de medidas econômicas, ciente de que deveria haver um equilíbrio entre as preocupações econômicas e de saúde. Muitos mais são esperados e previstos.

Do lado da Presidência, muitas conferências e reuniões foram adiadas, enquanto outras estão sendo realizadas por meio de links de vídeo.