• Claudia Godoy

Com volume de comércio de US$ 576,5 bilhões, México é maior sócio comercial dos EUA


Por: Claudia Godoy

O intercâmbio comercial entre México e Estados Unidos atingiu o ápice no ano passado. O volume de comércio entre as duas nações atinge US$ 576,5 bilhões. "Todos os dias mercadorias no valor de US$ 1,6 bilhão cruzam a fronteira e dão apoio a empresas, empregos e trabalhadores mexicanos e norte-americanos", disse o embaixador do México, José Ignacio Piña Rojas, com exclusividade para o portal Bacuri Notícias. Em investimentos estrangeiros direitos (IED) os Estados Unidos também ocupam o primeiro lugar em relação aos mexicanos, com participação de 36,8%.

O embaixador do México, José Ignacio Piña Rojas. Foto: divulgação.

"A fronteira entre os dois países é de 3,5 mil quilômetros e o fato de ser a primeira potência econômica do planeta torna a relação ainda mais complexa e importante", acrescentou o embaixador mexicano.


México, Canadá e Estados Unidos firmaram, em 1992, o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (TLCAN). Foi o primeiro acordo comercial desse tipo e possibilitou redução de impostos alfandegários, eliminou barreiras aduaneiras, facilitou o movimento dos produtos e serviços entre os países do bloco, ampliou as oportunidades de investimentos, além de aumentar a produtividade das empresas dos países membros, entre outros benefícios.


O TLCAN foi renegociado em 2017 e outro acordo acabou sendo firmado, o T-MEC, assinado em novembro de 2018. Com a entrada em vigor desse acordo se fortaleceu a competitividade global da região, gerou-se maior certeza no comércio e nos investimentos, além de ter havido maior promoção do crescimento econômico, emprego e oportunidades de desenvolvimento nos países que formam o bloco.


O Canadá ocupa o 4° lugar como sócio comercial do México, com um volume de comércio de US$ 24,1 bilhões, em 2019. Em investimentos estrangeiros direitos (IED) o Canadá está em 3° lugar, com 9,7% de participação no México.