• Claudia Godoy

China gasta 2,19% do PIB com pesquisa


Com informações da Embaixada da China

Ciência, tecnologia e inovação constituem a nova força motriz do desenvolvimento chinês. Atualmente, os gastos com pesquisa representam 2,19% do PIB nacional, percentagem superior, por exemplo, à média da União Europeia. O país tem a maior quantidade de patentes, tanto em pedidos quanto em outorgas, além de empregar o maior número de profissionais em pesquisa e desenvolvimento.

A classificação da China no Índice Global de Inovação subiu para o 14º lugar, a mais alta colocação entre as nações em desenvolvimento.

O país posiciona-se na dianteira mundial em áreas cruciais de inovação tecnológica como 5G, inteligência artificial e computação em nuvem. A estratégia de desenvolvimento movido pela inovação levará à sofisticação da manufatura e ao aumento de indústrias emergentes.


Não deixe de seguir nossa hashtag #Inova China para mais conteúdos como esse #NovaChina71anos#EmbaixadaChina