• Claudia Godoy

Biden vai revisar decisão de Trump de incluir Cuba na lista de países patrocinadores do terrorismo


Com informações da Europa Press


A administração de Joe Biden revisará a decisão do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de incluir Cuba na lista unilateral de Estados patrocinadores do terrorismo, indicou, nesta terça-feira (09) a Casa Branca.


"Estamos comprometidos em revisar cuidadosamente as ações tomadas pela administração anterior, incluída a decisão de designar Cuba como Estado patrocinador do terrorismo", afirmou a secretária de Imprensa da Casa Branca, Jen Psaki.


A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

Mas uma mudança na política em relação a Cuba foi descartada ou pelo menos não está entre as prioridades de Washington, disse a porta-voz. "Mas estamos comprometidos em fazer com que os Direitos Humanos sejam um pilar básico da política dos Estados Unidos ", informou Psaki.


A declaração ocorre uma semana depois de pedido de um grupo de 80 congressistas democratas que enviaram carta ao presidente Biden solicitando mudança nas "cruéis" medidas políticas e restrições impostas à ilha.