• Claudia Godoy

Bichosūü¶íūü¶Ü do ūü¶äūü¶ßMundo -Austr√°lia ūüá¶ūüáļ

Mam√≠feros e marsupiais biofluorescentes australianos surpreenderam cientistas em descobertas acidentais realizadas no √ļltimo m√™s de novembro.

A manifesta√ß√£o da biofluoresc√™ncia - fen√īmeno onde ondas de luz s√£o absorvidas e reemitidas com base nas propriedades da pele do animal, gerando um fascinante brilho no escuro - em animais como ornitorrincos e wombats empolgou pesquisadores pelo mundo todo.

√Č sabido que tal luminosidade ocorre em alguns insetos e criaturas marinhas, por√©m n√£o se sabia que ocorria em outros mam√≠feros australianos at√© que cientistas do Museu da Western Australian verificaram em suas gavetas de esp√©cimes a fim de checar o relat√≥rio proveniente dos Estados Unidos.


Os descobrimentos fizeram com que especialistas trabalhassem juntos para confirmar a biofluorescência em tais animais, e com que comecem a procurar uma razão para que ela possa acontecer.


Paula Anich, pesquisadora do Center for Science and the Environment, nos EUA, decidiu verificar algumas amostras que tinha √† m√£o. "Puxamos a gaveta do monotremato - mam√≠feros que p√Ķem ovos como os ornitorrincos - e os ornitorrincos brilharam, e foi incr√≠vel", disse ela √† ABC Radio Hobart.


O paleont√≥logo Kenny Travouillon acredita que um prov√°vel benef√≠cio de brilhar no escuro seja avistar a pr√≥pria esp√©cie √† dist√Ęncia, e, com isso, se sentir seguro de se aproximar.


A Austr√°lia √© conhecida pela sua fauna bizarra. Crocodilos gigantes, ornitorrincos e diabos-da-tasm√Ęnia s√£o s√≥ alguns exemplos da variedade de animais incomuns nesse pa√≠s. Acontece que o fato do pa√≠s ser uma ilha proporcionou diversas formas de evolu√ß√£o n√£o t√£o comuns em outros lugares do mundo. Alguns animais, como o pr√≥prio ornitorrinco, s√≥ existem na Austr√°lia.

61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com