• Claudia Godoy

Azerbaijão troca mapas com localização de minas por prisioneiros armênios

Por: Claudia Godoy

Acordo firmado previa a troca de mapa de localização de 97 mil minas antitanque e antitanque pessoal por 15 prisioneiros armênios. As minas estão em Aghdam, no sudoeste do Azerbaijão, e os prisioneiros foram detidos na fronteira azeri com a Geórgia.

Veja a nota completa do Ministério das Relações Exteriores do Azerbaijão:


No: 217/21, Informações do Departamento de Serviço de Imprensa do

Ministério das Relações Exteriores da República do Azerbaijão

Segundo o acordo firmado no dia 12 de junho de 2021, em troca da entrega ao Azerbaijão dos mapas das 97.000 minas antitanque e antipessoal, instaladas na região de Aghdam, 15 armênios detidos foram entregues à Armênia na fronteira entre o Azerbaijão e a Georgia com o participação de representantes da Georgia.

Agradecemos o apoio do governo da Georgia, chefiado pelo primeiro-ministro da Geórgia, Irakli Garibashvili, para a implementação desta ação humanitária. Ao mesmo tempo, notamos especialmente o papel mediador, em primeiro lugar, do Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, Secretário de Estado Adjunto Interino para Assuntos Europeus e Eurasiáticos, Philip Reeker, Presidente do Conselho Europeu Charles Michel e da Presidência Sueca do OSCE pela sua contribuição ao processo.

A obtenção de mapas de minas salvará a vida e a saúde de dezenas de milhares de nossos cidadãos, incluindo os trabalhadores do desarmamento das minas, e acelerará os projetos de reconstrução iniciados pelo Presidente da República do Azerbaijão, Sr. Ilham Aliyev, em Agdam e o retorno dos deslocados internos.