• Claudia Godoy

Argentina é primeiro país latinoamericano a registrar Sputnik V

A Argentina registrou a vacina Sputnik V com base em dados dos ensaios clínicos russos.

A Administração Nacional de Medicamentos, Alimentos e Tecnologia Médica da Argentina (ANMAT) tornou-se o primeiro país latinoamericano a registrar oficialmente a vacina Sputnik V em seu território. O registo foi efetuado através de uma autorização de emergência.

A vacina foi aprovada pelo regulador ANMAT com base nos resultados de dois ensaios clínicos de fase III realizados na Rússia e sem ensaios clínicos adicionais na Argentina. Em 10 de dezembro, о Fundo de Investimentos Diretos da Rússia (RDIF) e o Governo da Argentina firmaram um contrato para fornecer ao país 10 milhões de doses da vacina Sputnik V. Representantes da ANMAT inspecionaram várias das instalações onde será fabricada a vacina Sputnik V para a Argentina. De acordo com Kirill Dmitriev, Diretor Executivo do RDIF “O registro da vacina Sputnik V na Argentina, sem ensaios clínicos adicionais no país, representa um grande reconhecimento dos padrões regulatórios russos e da qualidade dos ensaios clínicos. Estamos prontos a cooperar com outros países da América Latina, esperamos que eles levem em consideração a decisão da ANMAT”. Fonte: https://sputnikvaccine.com/prt/instadaruss