• Claudia Godoy

Ao chegar com Sputnik V comissária de bordo das Aerolíneas Argentinas chora

“Eu poderia voar mais 100 horas, poderia fazer aquele voo mil vezes. Esta é a coisa mais forte que me aconteceu em 40 anos de carreira. É um orgulho”, disse a comissária de bordo, Monica Faggiolani, do avião da Aerolineas Argentinas responsável por transportar à Argentina as primeiras doses da vacina russa Sputnik V. Ela chorou de emoção ao chegar ao seu país.


O voo AR1060 aterrizou no aeroporto de Ezeiza proveniente da Rússia com as 300.000 doses da Sputnik V.

A comissária Mónica Faggiolini, que não conseguiu omitir a felicidades e chorou de emoção.

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, felicitou a tripulação em particular a comissária, que não conseguiu disfarçar a felicidade e chorou de emoção. "Não posso acreditar", disse ela.


O momento foi gravado pelo jornalista da C5N, Mauro Albornoz, que viajou com a tripulação a Moscou.