• Claudia Godoy

Akopian diz que resolução francesa é passo crucial para autodeterminação de Artsakh


O embaixador da Armênia, Arman Akopian, disse hoje (30) ser um passo crucial para autodeterminação de Artsakh resolução adotada pelo governo francês que pediu o reconhecimento da República de Nagorno-Karabakh, no mês passado. "É um passo crucial para o reconhecimento do direito à autodeterminação exercido pelo povo de Artsakh e para a solução justa da questão de Nagorno-Karabakh", disse Akopian.

O embaixador da Armênia, Arman Akopian. Foto: divulgação

A França é do Grupo de Minsk para a Resolução do conflito em Nagorno-Karabakh, um enclave dentro do Azerbaijão, que tem maioria armênia. Armênia e Azerbaijão foram Repúblicas da extinta União Soviética.




Veja a nota completa do embaixador da Armênia, Arman Akopian

A resolução adotada pelo Senado francês é um passo crucial para o reconhecimento do direito à autodeterminação exercido pelo povo de Artsakh e para a solução justa da questão de Nagorno-Karabakh. Com esta decisão, o povo francês e o Senado que o representa, mais uma vez demonstraram seu compromisso inabalável com os valores civilizacionais universais dos direitos humanos. Ao mesmo tempo que reafirma a necessidade de retomar as negociações no âmbito dos Copresidentes do Grupo de Minsk da OSCE, esta decisão delineia formas de eliminar as graves consequências da agressão do Azerbaijão contra o povo de Artsakh com o apoio da Turquia e de mercenários islamistas jihadistas. Consideramos especificamente importante que as violações do direito internacional e das normas dos direitos humanos, bem como da política expansionista da Turquia, tenham sido claramente reconhecidas na decisão. A avaliação imparcial dos legisladores franceses e a condenação da agressão criminosa contra o povo de Artsakh e o processo de paz de Nagorno-Karabakh contribuem para o estabelecimento de uma paz duradoura na região.

61 981755922

©2019 por BacuriNotícias. Orgulhosamente criado com Wix.com